segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Arranjar emprego à velocidade da luz

Resultado de imagem para working
O tópico de abordagem desta crónica vai-se incidir num guia lançado por um guru chamado Pedro Silva-Santos sobre como conseguir um emprego dentro de um mês.
Recentemente surgiu uma página patrocinada com um nome curioso cujo site é este,soando anedótico à vista.
A publicação destacada falava dos melhores modelos de currículo em formato editável levando a uma enorme "tese de doutoramento".
Passando agora ao desenvolvimento,não existem fórmulas mágicas para se destacar dos restantes no meio de centenas de candidaturas acumuladas,depois de mandar não vai aparecer nenhuma fada-madrinha com uma varinha de condão a concretizar os sonhos e os desejos!!!
Neste país geralmente os recrutadores não costumam olhar para o modelo do currículo,a não ser que seja para uma empresa formal (uma redacção por exemplo) onde o candidato ocupe um cargo independente ou trabalhe com conhecimentos informáticos,aí o requisito de ter um cv bem elaborado é fundamental.
Eles contratam o candidato em função da experiência profissional na área ou através de cunhas.Só por sorte a pessoa é colocada no emprego,porque há pouca oferta para muita procura.
Esse argumento utilizado pelos empregadores de ter um cv bem apresentado,é recorrente,ou seja,é um modo de atenuar o desespero e convencer o povo de que o potencial encontra-se no modelo do currículo,eles têm truques para filtrar e seleccionar consoante aquilo que acharam mais interessante.
No final da entrevista quando não se encaixa no perfil,eles dizem que vão guardar o contacto para futuras oportunidades...mas alguém acredita nisto?Eles não têm tempo de rever a quantidade de papelada arquivada numa base de dados ou na secretária,só verificam a pilha de cv's chegados ultimamente à empresa e nem andam fechados num escritório a vida toda a lerem e a analisarem os documentos como se pensa,eles também trabalham!!!
Mal o candidato vai embora eles deitam aquilo no lixo,porque obviamente vão aparecendo novas candidaturas para se dar o lugar e eles têm um prazo para cumprir tudo.
O candidato envia a candidatura e o recrutador só contacta para a entrevista quando há vagas disponíveis e não pelo modelo do currículo como o guru menciona no site,pois depende do tipo de empresa e segundo o que consideram certo para as regras desse manual serem bem-sucedidas.
A carta de apresentação e a fotografia só se deve mandar quando for exigida nos critérios!Portanto o modelo do currículo é insignificante.O "Linkedin" é outra treta inventada ideal para negócios,a rede serve apenas para ser descoberto.
O erro grave está nos empregadores que admitem trabalhadores irresponsáveis,ambiciosos e competitivos ao invés de ser quem realmente tem vocação e aptidão para desempenhar uma determinada função.Grande parte da culpa é dos patrões:as entidades deviam intervir nestas carradas de irregularidades,se for uma pessoa a denunciar eles vão tratar como um caso isolado e não há-de acontecer nada precisamente por se compactuar com o sistema favoritista,por isso eles têm impunidade.
Os efectivos não podem ser retirados quando trabalham mal e por aqui acaba-se de confirmar o alvo pretendido dos recrutadores:actualmente muitos deles por algum motivo querem alguém com autonomia suficiente no local de trabalho.
A raíz dos problemas são as leis estabelecidas pelos superiores hierárquicos,sendo que a mudança tem de começar no topo da organização e não ao contrário onde é o candidato a se sujeitar às condições impostas!
Já nesta mensagem,o orador antes de escrever não teve em conta de que eles na prática não pesquisam informações pessoais acerca do candidato na internet,isso é mentira para meter medo,ganharem consciência da repercussão que a exposição pode causar para sempre e evitarem assim saírem prejudicados um dia mais tarde.Só por algum motivo muito extremo os superiores têm essa liberdade.
Nota-se claramente que o Pedro Silva-Santos é a voz da ignorância,está mesmo fora da realidade;é fácil falar porque ele tem um emprego próprio com colaboradores.
O livro "Como conseguir um emprego em 30 dias" não corresponde à necessidade da maioria das pessoas,a hipótese de resultar é de 3 em 100 e nos básicos não se pede uma lista de competências adquiridas,ele está muito enganado nos conselhos!
Por outro lado,há recrutadores que não têm capacidade de fazerem entrevistas,deixam a pessoa à espera,fazem perguntas à pressa,etc...entretanto o desemprego abismal vai prevalecendo.
Resumindo o tópico,é importante abrir discussão porque este flagelo assola a sociedade e passa despercebido (ou então em silêncio) e não é um raio de um orador e conferencista que vai resolver a situação,ele no fundo incentiva ao conformismo ao invés de contribuir para mudanças laborais positivas,justas e harmoniosas.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .