quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O preconceito

Ora muito boa noite a todos!
Hoje venho expor um tema para reflectir e que me tem estado a tocar muito,e espero tocar a vocês também.
O preconceito ainda existe?Se não existe porque é que ainda se discriminam pessoas pela sua idade,pela orientação,pela opção de vida,pela religião e crenças,pela aparência,pela raça,pelo estado económico e por mais uma série de motivos?É verdade que a discriminação faz parte da vida e sempre vai existir,mas há discriminação negativa e discriminação positiva.
Vocês já ouviram falar de uma tal de Margarida Menezes,estudante de comunicação social,actualmente com 27 anos que recorreu à imprensa e aos media para gritar aos sete ventos que é virgem?Pois é, o blog clube das virgens que ela divulgou na televisão anda por aí.
Na minha opinião essa menina foi muito corajosa e deu um grande passo mesmo,mas por outro lado o que é que os outros têm a ver com isso?Por exemplo,ela disse que não gosta de se ver despida ao espelho nem de tocar no seu corpo.
Será que ela não aproveitou os media para ter protagonismo?
Eu já li muitas críticas em relação a essa pessoa e isso é um exemplo que prova que muita gente é preconceituosa e que ainda continuam a ter tabus,especialmente em relação ao próximo.
Eu por acaso também achei o blog insignificante...pois ela contou muito da sua intimidade,postou uma mensagem em que diz que escreveu um livro sobre "sou virgem e depois?",andou em centros comercias para dar autógrafos e estar em contacto com o público e com a imprensa toda. Contudo ela mostra ignorância e ingenuidade como as crianças.É muito conservadora...mas muito corajosa.
Isto foi um exemplo de que ainda há preconceito na sociedade portuguesa.Qual é o mal se alguém é deficiente,se é virgem,se é gay,se tem fetiches perversos,se é gótico,se anda em colégios,se é gordo,ou se é cozinheiro?Ser alguma destas coisas é algum vírus mortal e contagioso,é algum crime de praça pública?É nas particularidades de cada indivíduo que se encontram as diferenças;nem existe ninguém no mundo que nunca tenha sido discriminado.Condenar ou repudiar alguém por não ser igual aos outros é uma loucura...sobretudo no mundo ocidental,moderno e emancipado,se não teríamos que viver numa tribo (à pré-história)!!!Também é verdade que existem muitos que lá por serem liberais mostram-se superiores aos outros...isso é uma ideia totalmente bárbara que têm,porque cada um decide o que fazer da sua vida com o seu cérebro,mesmo que seja o caminho errado.E para que saibam,ainda há pessoas que por exemplo,têm medo de assumir que é gay...o que para uns é fácil,para outros é difícil.
É mesmo polémico afirmar que se tem mentalidade aberta e que há emancipação de valores num país onde ainda há preconceitos e tabu!É por isso que não me admira nada porque com tanta ignorância é normal que este país não evolua em certos níveis.
Para mim é escandalizante e lamentável ainda haver pessoas assim...se ao longo da história da humanidade já se conseguiu ultrapassar várias barreiras,porque não acabam com o preconceito?É que as palavras têm força,têm impacto...o preconceito é um sentimento lá para as pessoas do século passado ou lá para as tribos e seitas conservadoras que existem no mundo.
O preconceito só traz ainda mais divergências...e não se resolve nada assim.
A mensagem que deixo a todos é:a bem ou a mal,cada um é como cada qual.Abaixo o preconceito e viva a diversidade.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

A amizade

Boa tarde!
Vocês já pensaram bem o que é verdadeiramente a amizade?Será que este sentimento também já se extinguiu?
De vez em quando vê-se anúncios a dizer que andam à procura de amizades verdadeiras e sinceras,mas esses que dizem isso também são uma grande burla,porque na mente já têm a ideia de irem para a cama!
Não sei se é verdade,mas fazer amizades com rapazes é impossível.Tal como é a realidade,poucos têm preparação psicológica para fazer uma vida a dois e poucos têm disponibilidade para aturar os defeitos do próximo,e para amar principalmente.
O amor,assim como a amizade,é muito mais que trocar palavras doces atrás do ecrã e do móvel:é mostrar através dos actos.
A amizade é um sentimento que não se deve ser servido de bandeja:é algo para ser construído;porque senão vai haver centenas de pessoas a procurar o mesmo e depois pode-se descobrir que o objectivo era diferente.
Eu também já reparei que a amizade foi substituída por idas a psicólogos.Há muita gente que recorre a psicólogos e a especialistas na área sentimental e psíquica para resolverem os seus problemas...talvez devido a problemas de confiança interpessoal também...é por isso que muitos deixaram de dar valor à amizade.
Sei que é típico do português dizer frases do género:"eu não sou como os outros","eu não sou mulherengo como tu dizes",etc.(Eles ao dizerem isto querem ter protagonismo!)
Depois o que é que se vê?Individualismo,pessimismo,ignorância,covardia e litros e litros de cambadas de hipócritas que só ligam às aparências e não querem saber dos sentimentos do próximo.Mas o que é mesmo típico do português é não ser objectivo...e depois desiludem-se uns aos outros em peso!Armam-se em espertos mas no fundo são fracos e depois aparecem a chorar.
"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .