domingo, 15 de fevereiro de 2009

O meu auto-retrato

Boa tarde!
Hoje vim postar o meu auto-retrato.
O meu nome é Isilda Conceição Rodrigues de Sousa e "faleci"em 6/12/1989 em Lisboa.Sou portuguesa e do signo sagitário com ascendente em capricórnio.
Psicologicamente sou extremamente orgulhosa,sou de extremos (vivo com muita intensidade aquilo que eu gosto muito e aquilo que abomino totalmente),tenho e aprecio sentido de humor e críticas construtivas,gosto de pessoas decididas e que possuem uma certa maturidade mental,porque para mim servem de modelo.
Quando estou muito muito chateada ou magoada tenho uma pedra no lugar no coração para essas pessoas também sofrerem as consequências e a dor do que me fizeram (as injustiças,porque a inveja não existe).A isto também posso associar o fenómeno de compensação:é a minha lei da vingança que fala sempre mais alto e que venço sempre. (Sou vingativa).
odeio quando as pessoas fazem "jogo sujo",porque isso desperta competição sem pés nem cabeça,pois sou calma,mantenho sempre quando posso a minha posição neutra,porque neste mundo há sempre alguém que não se entende!
Minto quando posso para me proteger e sempre me safo (só na net é que não dá),tenho uma tendência pessimista ,uma alma grande e uma paciência de santo para aturar as coisas a mais."será que vale a pena?/Tudo vale a pena se a alma não é pequena",como dizia Camões.
Odeio viver neste mundo cheio de palhaços e de gente de baixo nível mas tem de ser infelizmente...se a vida é isto que cada um está a viver e vai ser sempre assim,então a morte é aquilo que não chegamos a viver?
Para quê vamos estar sempre a adiar uma coisa se esta droga de vida é tão efémera?A juventude é um período tão lindo mas os próprios jovens a destóem com palavras cruéis...
Eu aprendi sozinha a dar valor e a ver beleza em coisas que geralmente os outros acham repulsivos,como por exemplo as cruzes;perceber a literatura gótica é aprender a decifrar os significados de cada símbolo e amar intensamente cada "rosa" da vida!Perceber o estilo gótico é perceber as mensagens e as metáforas.
Fisicamente não gosto nada de falar em mim mas tenho estatura média,cabelo preto e liso,olhos castanhos escuros e olhar triste,cara oval e pequena,pele morena e pelas palavras de todos,sou bonita!!!
Alguns rapazes pensam que sou brasileira pela pronúncia,mas isso é do móvel lol!Já me disseram também que sou de ressuscitar um morto pelas fotos que viram,outros dizem que faço-lhes água na boca e a maioria só pensa em cama quando me vê!!!Vida virtual é assim mas a real...nem um piu se ouve deles (só quando é verão)!!!
P.s.: esta mensagem é autêntica.
(da autora que postou)

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Anti-são valentim

boa tarde a toda a comunidade online!
Hoje deu-me na cabeça para postar algo de contra sobre o dia 14 de Fevereiro,hehehehe!
Bem,eu sou contra o dia dos namorados e odeio esse dia!Em primeiro lugar o dia 14 de Fevereiro se fosse realmente importante era feriado,mas não é e em segundo lugar,o amor é para ser celebrado todos os dias (o que não acontece,ou pelo menos,há uma ilusão).
Este dia tal como o dia da mulher,dia da mãe e dia do pai,é mais uma estratégia de operação de marketing...os anúncios publicitários obrigam as pessoas a oferecerem presentes caros e de marca por causa do simbolismo do dia.Flores só se oferecem aos cadáveres,ursos e brinquedos são para as crianças,especialmente para as mais necessitadas e chocolate eu como todos oa dias e até posso comprar a mim mesma,porque é comida!!!É completamente estúpido só se lembrarem das pessoas importantes quando chega o dia X...então e no resto do ano onde elas andam?Ficam esquecidas?Só os que não têm maturidade para compreenderem as coisas é que têm um cérebro minúsculo.
O dia da mulher também acho uma palhaçada tremenda!Eu sou a favor da igualdade mas em certos casos concordo que os papéis têm de se diferenciar.
E o dia da mãe e o dia do pai?Aqui é que temos mesmo que os agradecer (embora mais uma vez eu não esteja de acordo!)
Ó gente,se estes dias fossem importantes,deviam ser feriados e se fossem feriados uma pessoa depois automaticamente já sabe que aconteceu algo importante,que houve história ou uma revolução!!!Agora um mito corrido de boca em boca a exaltar o não sei quê,não sei quantos...fazem absolutamente figuras tristes e caras de parvos como as pessoas antiquadas!!!E depois as pessoas lembram-se outra vez no dia dos casamentos de sto António,ahahahahah!!!
Eu já ouvi dizer que o dia 14 de Fevereiro não é só dia dos namorados como também da amizade.E isto pode ser um modo de atenuar o resto que fica de fora. ;)
Mas se existe este dia porque não existe o dia dos solteiros,víuvos,separados e divorciados?Fogo,esta merda é muito injusto...deles é que ninguém se lembra,só lembra dos comprometidos (namorados) que já têm duas vidas unidas numa só e ainda os favorecem mais com aqueles brindes...íntimos e pirosos,foda-se,CAAAAAARAAAAALHOOOOOO!!!
Eu mantenho a minha posição e estou muito bem assim,confortável da vida e sem desassossêgos.Tenho um alto nível de maturidade mental como os deuses do Olimpo,por isso não preciso de autocolantes atrás de mim,nem peço conselhos a ninguém se por exemplo eu qualquer dia namorar e tiver problemas.Sou 10 vezes adulta a falar:SOU RACIONAL E MANDO NO MEU CORAÇÃO QUANDO PRECISO.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Ricardo Reis

Boa tarde a toda a comunidade online!
Hoje vim postar uma dissertação acerca de Ricardo Reis.
Ricardo Reis,heterónimo de Fernando Pessoa,é o poeta clássico da auto-disciplina.
Tem uma serenidade epicurista em que aceita, com calma lucidez, a relatividade e a fugacidade de todas as coisas. Adquiriu a lição do paganismo espontâneo de Caeiro, cultiva um neoclassicismo neopagão, recorrendo à mitologia greco-latina, e considera a brevidade da vida,pois sabe que tudo é efémero.Daí fazer a apologia da indiferença solene diante o poder dos deuses e do destino inelutável.
As suas marcas de classicismo são a precisão verbal e a intelectualização das emoções.
Concluíndo,Reis é um poeta que apesar de ter medo da morte,procura não ceder aos impulsos dos instintos.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Bem-vindos ao mundo da (pseudo) ficção virtual - 2ª parte

Saudações!
Embora eu tenha uma vida...solitária digamos, a internet também dá problemas,porque mal se entra na net o mundo está ao alcance de um simples clic...e depois aquilo é o palco de tudo e mais alguma coisa.
Até parece que o objectivo de todos os que navegam é para atormentar a vida uns dos outros e fazerem deles objectos. Nunca passa da teledistância e eu agora já deixei de dar importância a perguntas íntimas e msn's,pelo contrário, deixo-os pendurados.
Eu já me dei em doida com o chat Blá, a sala sexo então é uma loucura:os gajos de lá competem só por competir quando há ou basta haver um nick feminino;especialmente quando entra aquela do link do hi5 e todos centram-se na Girl_2 e atiram piropos (piropos formais) que nunca ninguém me atirou a mim...e que eu sempre esperei e nunca tive...é tudo os piropos básicos do costume...e essa do nick não tecla com ninguém nem agradece os elogios,só envia o link de hi5. Dói muito navegar naquele estúpido chat!!!Eu fico sempre para trás...eu digo com toda a confiança que a net dá mais problemas que o mundo real, aliás, dá o dobro dos problemas que se pode dar na realidade porque é o mundo que está de portas abertas para caírmos no jogo da (pseudo) ficção virtual!!!(Não é na net por exemplo,que por vezes descobrimos a outra faceta dos nossos colegas/amigos que conhecemos na realidade?)
No diz respeito aos afectos, a compensação é a minha lei da vingança que fala sempre mais alto quando não há justiça.E confesso que tive no ano passado semanas e meses bombásticos no chilltime: eram todos homens babados por mim que me fizeram sentir uma deusa...louvaram-me mesmo pelas mensagens que me mandaram e choveu muitos pedidos de amizade (até me senti insegura,completamente desarmada perante aqueles elogios,lol!)...eu já tive o meu tempo de furor virtual no chilltime e netlog também e actualmente não tenho o perfil de fotos minhas em roupa interior na netlog porque houve alguém que me denunciou e fiquei sem a conta.Foi tudo num instante.
É sempre assim;é dito e feito, os meus desejos são ordens!Eu não venho para viver num mundo cheio de competição fútil:eu venho para viver num mundo onde haja IGUALDADE,TOLERÂNCIA E JUSTIÇA,caso contrário acaba-se a DIGNIDADE e lá se vai o ser humano por água abaixo...nesta droga de vida onde tudo é tão efémero!...
Se eu fosse homem,dizia que todas as mulheres têm o mesmo grau de beleza,nenhuma é mais do que outra,as mulheres não deixam de serem belas se tiverem menos curvas!As mulheres são os seres que mais sofrem e que têm mais complexidades que os homens e isso é preciso saber entender. Se fosse homem, eu as elogiaria com o mesmo nível de elogio porque nós somos a 8ªmaravilha do mundo que Deus criou e eles esquecem-se que se não fossem elas,eles não teriam vindo ao mundo e se eles as querem insultar,que insultem primeiro a mãe deles,porque as senhoras mais velhas também já tiveram a nossa idade só que os tempos mudaram.
EU SOU A FAVOR DA JUSTIÇA,IGUALDADE E DIGNIDADE HUMANA. HAJA JUSTIÇA,MAIS NADA!!! Até por coincidência este ano fala-se muito nos direitos humanos...porque será?Pensem nas barbaridades que acontecem no mundo todos os dias,caramba...no trabalho,nas salas de aulas,na sociedade...são pequenas coisas insignificantes (digo eu) que despertam conflitos e que levam á destruição. (eu nunca ligo ás pessoas estúpidas e de baixo nível nem ando com uma arma na mão quando odeio aquele que me tenta socializar ou fala como se eu fosse uma atrasada ou quando me aponta defeitos!)
Eu pessoalmente sempre odiei o amor.Odeio,odeio,odeio e acabou-se,isso não vai mudar nunca. Enfureço-me bastante com intrigas e lamechices.Por isso, só sei que quero morrer antes do 12ºano acabar e quero ser um anjo (que Deus me aceite lá no céu). Ao menos as entidades divinas são eternas do que viver neste mundo mortal,malicioso e onde os 7 pecados mortais reinam no nosso dia-a-dia e que convida à tentação.
Que desassossêgo,bolas!!!
"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .