quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Nas profundezas do pensamento

Boa tarde a toda a comunidade online!
Hoje venho expor alguns provérbios que dão que pensar.
Como sabem,todos os provérbios contêm sabedoria,um significado real e funcionam sobretudo como moral.
Quando as palavras não chegam para exprimir a realidade, o melhor que se tem a fazer é usar provérbios.
Este é muito bom para quem pensa que tem o rei na barriga:"Há três coisas na vida que nunca voltam atrás:a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida"- provérbio chinês.
O que vem a seguir é contraditório com a realidade: "filha casada, pretendentes à porta" e porque "nem tudo o que reluz é ouro".
O provérbio "quem torto nasce, tarde ou nunca se endireita", refere-se especialmente aos rapazes que agem e falam por instinto com toda a gente e pensam que vão por bons caminhos mas fazem exactamente o contrário.
"Homem necessitado, cada ano apedrejado";é o que acontece nos engates.
Este provérbio tem uma boa moral:"mais se tira com amor do que com dor". Infelizmente muitos se esquecem disto...
Para quem deseje que alguém bata as botas,este provérbio diz o contrário e mostra ser inofensivo:"morte desejada, é vida dobrada";por isso não se assustem se lerem ou ouvirem isto.
Este é muito importante actualmente porque apela e distingue os gostos pessoais e promove o respeito pelas escolhas do próximo:"o que para uns é mel, para outros é fel". (eu só respeito quem respeitar as minhas escolhas de vida,as minhas crenças e os meus valores).
Este provérbio é para toda a gente:"quem tem amores,tem dores".
O provérbio "velho e namorado, cedo enterrado", é para quem diz que o amor não tem idades!
Por fim resta-me dizer que "quem muito padece,tanto lembra que aborrece", isto é a propósito dos meus temas de mensagens do blog.
"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .