domingo, 30 de novembro de 2008

Mais citações

Estas citações foram seleccionadas e retiradas por mim de duas agendas.
"Amo a liberdade.Por isso,deixo as coisas que amo livres.Se elas voltarem,é porque as possuí,se não voltarem,é porque nunca as tive"- John Lennon
"Podemonos defender de um ataque,mas somos indefesos a um elogio"- Sigmund Feud
"Vive como se morresses amanhã.Aprende como se vivesses para sempre"- Mahatma Gandhi
"Aquele que nunca aprendeu a obedecer não pode ser um bom comandante"- Aristóteles
"Feliz do homem que não espera nada,pois nunca terá desilusões"- Alexandre Pope
"A nossa maior glória não reside no facto de nunca cairmos,mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda"- Confúcio
"Mais vale compreender pouco do que compreender mal"- Anatole France
"Não sou do tamanho da minha altura,mas da estatura daquilo que posso ver"- Fernando Pessoa
"Todo aquele que desconfia,convida os outros a traí-lo"- Voltaire
"A internet é apenas uma moda passageira"- Bill Gates
"Todo o acto de bondade é demonstração de poder"- Jeremy Bentham
"O tempo,ainda que os relógios queiram convencernos do contrário,não é o mesmo para toda a gente"- José Saramago
"Sou ateu,graças a Deus!"- Miguel de Cervantes
"Neste mundo,existem três espécies de amigos:aqueles que nos amam,aqueles que não se preocupam connosco,e os que nos odeiam"- Sébastien-Roch Chamfort
"Não há amigos,apenas há momentos de amizade"- Jules Renard
"Não ser amado é falta de sorte,mas não amar é a própria infelicidade"- Albert Camus
"Nunca se mente tanto como em véspera de eleições,durante a guerra e depois da caça"- Otto Von Bismarck
"Os tolos dizem que aprendem com os seus próprios erros;eu prefiro aprender com os erros dos outros"- Otto Von Bismarck
"Deus é demasiado perfeito para poder pensar noutra coisa senão em si próprio"- Aristóteles
"Evita julgar os outros pela aparência"- Jean de La Fontaine
"Só tem o direito de criticar aquele que pretende ajudar"- Abraham Lincoln
"Eu nunca penso no futuro.Ele não tarda a chegar"- Albert Einstein
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros.Assim,evitarás muitos aborrecimentos"- Confúcio
"Conta-me o teu passado e saberei o teu futuro"- Confúcio
"Penso noventa e nove vezes e nada descubro;deixo de pensar,mergulho em profundo silêncio e eis que a verdade se me revela"- Albert Einstein
"Que ninguém culpe um homem de ser feio"- Aristóteles
"A vida é uma comédia para os que pensam e uma tragédia para os que sentem"- Horace Walpole

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

O aspecto geral da minha escola

Saudações!
Este ano a minha escola parece um circo!Há os estilos mais berrantes e loucos que se pode observar.Há xungas (inclusivé um muçulmano que também aderiu a esta moda dos "drogados",monhé xunga),há emos,há roqueiros,os betos é na sua totalidade,os pré-xungas (putos do básico que se fazem passar por grandes e que crescem á força),grupo dos "Bollycaos" (são os do 7ºano,os pré-adolescentes e todos os que estão na idade do crescimento),metaleiros (aqueles que ouvem música rock,mais conhecida por rock metal e tal),nerds (uma minoria),sketchers (sempre de skate,desportistas),rastafaris e os estilos mistos.Mas na realidade o que não falta hoje em dia são os posers!Há muitos que entram na moda e nos grupos só por entrar...não fazem o seu estilo próprio,é tudo copiado.
Ora,normalmente os grupos estão associados aos estilos que cada um veste,logo num grupo roqueiro não há nenhum xunga á vista...e também seria impossível,por causa dos gostos musicais.
O que eu noto mais são os roqueiros e as suas variantes.
A minha escola parece um circo porque está cheia de otários do costume e daqueles que vêm para fazer o seu "número" e serem gozados uns pelos outros,os tais palhaços;mas por outro lado,parece um autêntico desfile de moda!Vestem todos (quase a escola inteira) roupas de marca muito caras que depois quando não servirem mais vai para o lixo!E há muitos que aparecem bem produzidos só para serem notados por onde passam!(como a nossa colega Rossana)Para quê isto?
Há muitos alunos do 7ºano que são muito desenvolvidos e outros que têm mais porte.
Caramba pá,só xungaria!Aquele estilo que...eu até fico apática quando penso quem inventou este estilo á drogado!!!Esta juventude anda cada vez mais degradante!!!Logo a seguir são os emos.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Amargura!

Saudações!
Meus caros cibernautas, eu lamento a minha contínua ausência aqui no blog mas eu tenho coisas mais importantes para fazer.
Caramba,este ano vai tudo ao ataque: stôres,alunos,família,as vidas privadas,empregos...pôxa,tudo e mais alguma coisa que seja um pormenor insignificante entra em jogo.Este ano nada escapa das mãos de ninguém,anda tudo atento uns aos outros!( Nem é preciso câmera de vigilância!)
Em português estamos a dar Fernando Pessoa e seus heterónimos,algo fácil de perceber e difícil de explicar por escrito,em área projecto o tema que escolhemos são os grupos na adolescência,os estilos que existem,como surgiram,etc.Estamos a fazer estudos,recolhas de dados,etc para no final do ano apresentarmos á comunidade escolar o que é isto dos grupos, e não é nada fácil! O nosso trabalho anda em passos lentos e a stôra não devia permitir conversas privadas na aula,porque se não o trabalho fica atrasado,depois queixam-se! Este tema dos estilos que existem na adolescência é bastante actual e muito cativante (ex: emos,góticos,roqueiros,xungas) só que é preciso saber ter pontas para pegar no trabalho; e também este tema calhou bem connosco. Somos 5 na turma,o que deu um grupo para fazer um trabalho em que o tema calhou precisamente os grupos e os estilos na adolescência. (O título ainda não definimos).
Os stôres estão sempre a queixar que a nossa turma dá um grupo e que nós não funcionamos como tal.Estamos a fazer pesquisas de quando surgiram os estilos e a necessidade de haver grupos na sociedade,mais precisamente na adolescência,como se formaram,qual foi a origem para grupos,e as crenças e culturas que têm em comum com outros grupos.
Eu fico muito amargurada quando as coisas despistam-se e se tornam como num beco sem saída,quando anda tudo ás voltas para encontrar uma solução para uma coisa muito simples e isso...isto também falando em mim,claro.

domingo, 9 de novembro de 2008

Perdida no meu pensamento!

Saudações!
As minhas sinceras desculpas pela minha ausência a todos os cibernautas que costumam ler o meu blog. Este ano tenho muita vontade de aprender mas tenho muita vergonha da minha ignorância intelectual!Desde da minha entrada ao ensino secundário,notei uma diferença abismal pela maneira como os stôres dão as aulas.Os stôres estão cada vez mais a dispensar-se das bases e de dar a aula como deve ser e deixam tudo por nossa conta.Tinha que ser justamente no meu último ano a levar com um novo tipo de regras no ensino que são degradantes.Nunca estive assim cheia de preocupações,até as que não existem na minha vida e que são pura imaginação minha;estou mesmo em crise de consciência!!!Os trabalhos andam em passos lentos e o ano avança num instante.Tenho medo que chegue à última da hora e que não tenha ainda nada feito em área projecto...e a avaliação vai por água abaixo.Ainda por cima este ano a minha turma parece que teve uma regressão brusca á pré-adolescência,elas têm as características lá das ditas "tias de Cascais" e de vez em quando são tão ridículas...só não sei porque não se candidatam a palhaças,juntamente com o Filipe de psicologia!!!O Filipe é um "puto" a fazer-se passar por xunga e é mais feio que um txugo,um ouriço ou uma toupeira.É simplesmente um aborto falhado...aliás,ele é exactamente uma mistura destes três animais.E complementa muito bem as "tias de Cascais",ao contrário de mim que não me simpatizo com ninguém e abomino tudo o que está a mais.Concluindo:o Filipe não passa de um otário,depravado,falhado e ridículo das aulas de psicologia.O "puto" é feio como a merda,ele faz-se passar por todo bom,mas no fundo não vale nada,acreditem!(Mais uma vez Deus me perdoe a minha ignorância intelectual!!!)
"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .