sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Romancistas de rede social # 2


Após ter relatado aqui a primeira parte acerca dos romancistas de rede social,esta mensagem é uma continuação do tema.
Como se tem observado,a corrente de escritores românticos/eróticos masculinos tem vindo ultimamente a ser popular.
Apesar dos textos serem copiados de páginas brasileiras,há muito a ser revelado,principalmente ao deparar com uma abominação destas.
Na verdade,homens nunca foram românticos.
A escrita intimista vai-se destacando devido à influência das "50 sombras de Grey",pois agora de repente todos decidiram "sair do armário" e lembrar que o elemento feminino é gente!
Paradoxalmente,é só letra na internet a fim de ter o ego massageado e insuflado.
Ora o texto descreve um romântico perverso na cama.No passado não tão distante,este papel de satisfazer o parceiro era exclusivamente feminino,pois em caso de memória curta,o direito ao prazer da mulher foi sempre renegado e poucos homens foram ensinados a saber levar uma relação!Por isso,a dificuldade enfrentada é avassaladora.
A imaginação do autor remete para uma cena típica de BDSM e portanto,as palavras não têm absolutamente valor nenhum,são descartáveis.
Enquanto ele perdeu tempo a escrever essa pérola para delirar o público feminino,de certeza passou uma oportunidade de ter feito em alguém.
Se fosse escrito na versão feminina,talvez as reacções fossem diferentes,uma vez que muitos ainda não entendem que os afectos devem ser retribuídos.
Em vez de um texto erótico,o autor bem podia publicar um discurso a propósito de todo o mal causado às mulheres,fruto da ignorância e imaturidade dos homens em geral mas até nem nisso são sequer capazes de reconhecer ou então oculta-se,para alcançar uma boa reputação.
Dizer cara-a-cara e sentir corpo-a-corpo não foi ultrapassado.Desta forma para além de entreter,cai na vulgaridade por se expôr ao mundo.No domínio virtual,qualquer anormal vai aproveitar essa ideia para dar a volta às cabeças fracas.
Houve tipinhos que tanto rotularam o romance de piroso e gozaram,que a situação no entanto já se começa a inverter!
Enquanto um escritor erótico masculino transmite no fundo falsidade,ou seja,encarnam uma personagem,uma escritora erótica (de rede social) liberta desejos autênticos,transparentes e fantasias mesmo sujas a serem realizadas,representando o ser feminino.
Os mulherengos existem.Só mudam de estratégia para pescarem seguidores.
Resumindo:os homens não costumam ser obscenos neste aspecto.A literatura erótica proveniente de autores masculinos é pura ilusão.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .