quarta-feira, 27 de maio de 2015

Queixinhas inúteis

O tema desta crónica vai ser sobre as queixinhas comuns dos professores quando os alunos não fazem consecutivamente os trabalhos de casa.
Desde o passado é costume os professores mandarem avisos para os pais sempre que as crianças não fazem o que lhes foi solicitado.A diferença é estar actualmente mais acentuada porque se publica nas redes sociais o que outrora ninguém ousava discutir por se pensar ser normal.
Ora bem antes de começar,os pais têm todo o direito de criticar as queixinhas inúteis dos professores só pelos filhos não fazerem os tpc's;nenhum indíviduo à face da Terra nasce ensinado.
Passando agora para o tema,no fundo o encarregado tem razão em refilar pois são desnecessárias por vários motivos:em primeiro lugar,é injusto queixar só de um aluno de turma quando há outros que também se esbaldam;segundo,cada um sabe da sua avaliação;terceiro,os professores não são deuses a serem adorados até ao final do ano e por último,em situações ou em casos onde realmente se convém queixar aos pais,simplesmente ignoram!!!
Os queixinhas dão pano para mangas...queixar do básico e corriqueiro chateia mesmo qualquer santo.Era suposto fazer quando se verifica graves dificuldades de aprendizagem e mau comportamento mas infelizmente eles não se sujeitam a esse trabalho próprio da profissão por isso os encarregados perdem a paciência (e a confiança na escola).
Já basta as crianças levarem uma carga de disciplinas em cima,chegar a casa de noite,não terem tempo de brincar,terem de se despachar a fazerem os deveres e quando se preparam para o dia seguinte,já é muito tarde.
Os professores queixinhas levam nas trombas porque por vezes merecem!Se os pais tiverem esta coragem,talvez eles comecem a tomar consciência em vez de se vitimizarem e meterem a função onde não é chamada.
Obviamente que responder por escrito é uma forma errada e revela total despreocupação com o percurso da criança:este problema resolve-se pessoalmente e não através de meios intermédios.É uma grande falta de respeito!!!
Depois ainda há a questão da libertinagem,imperada nos dias de hoje e os pais vão ser rotulados de maus exemplos...trata-se da reputação a transmitir,portanto neste aspecto é compreensível as acusações feitas (devido às más interpretações).
Os pais que se importam com a educação jamais se comunicam por escrito,a não ser que o professor/director de turma não tenha disponibilidade para se encontrar ou pela incompatibilidade de horários.Logo,têm uma parte da culpa no cartório.
Em suma,os professores queixinhas não cumprem o seu papel mas esperam criar "máquinas" de estudos.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .