sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A síndrome das segundas e sextas-feiras

A síndrome das segundas e sextas-feiras é um vírus popular que se instalou nas bocas de muita gente há mais de uma década.
O primeiro dia da semana tem rótulo negativo por ser o dia do reajuste à rotina e o último,é sempre o mais aguardado e nem sequer é levado a sério porque as sextas-feiras são consideradas o início dos fins-de-semana.
Ora este ditame absurdo e sem nenhum propósito,só perturbou a psicologia normal.
Ansiar pelo fim-de-semana é desejar inconscientemente que a vida passe mais rápido!O tempo já cumpre em peso esse papel,por isso é escusado afirmar que a sexta-feira é o melhor dia ou o mais alegre.
Todos os dias são iguais.Determinar que as segundas-feiras são aborrecidas,é típico de um povo virado para a borga e absolutamente nas tintas para ter responsabilidades.
Esta ideia parva contribuiu para desenvolver uma espécie de síndrome das segundas e sextas-feiras:não adianta procurar felicidade com este hábito;aliás,os domingos foram instituídos como dia do descanso e de convívio em família mas no fundo é este o inútil,bem podiam desaparecer do calendário!!!
Os sábados e domingos voam mais depressa que os cinco dias da semana...portanto,praticamente não tem lógica nenhuma torcer pela chegada dos fins-de-semana porque vai dar no mesmo e o ciclo é vicioso.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .