terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Ralação e relação

Não há nada mais estúpido que uma pessoa independente desesperada.
Geralmente são pessoas na casa dos 20 ou dos 30 com uma vida bastante atribulada,se não tiver,é porque não quer acabar sozinha.
Como toda a gente sabe,para se começar uma ralação tem de haver estabilidade.Se a pessoa nem tem tempo para ela,como é que pode ter para o outro?A relação vai estar condenada a terminar mais cedo ou mais tarde,e além disso,se o trabalho já deixa suficientemente feliz e preenchido,não precisa mesmo de mais ninguém porque isso também é um compromisso!
A actriz Emma Watson é um exemplo deste tema.Ela é sempre notícia pelo mesmo motivo:procura um menino para relação séria mas como anda com a agenda esgotada,dura pouco.
O problema dos independentes é o facto de ainda não terem aprendido a se conformarem com o destino que tem ou o raio que os partam.Ficar solteiro tem bastante vantagem,ao contrário dos comprometidos,que agem com imaturidade,não sabem conviver como família em caso de terem filhos e são uns autênticos frustrados afectivamente.
Por outro lado,eles (os solteiros) contam mais com os amigos que com os próprios pais e depois andam com desculpas para não verem,sinal de futuras ralações.
Um compromisso duradouro requer sobretudo disponibilidade e entrar "pela porta da frente com os pés limpos".Deixar margem para dúvidas é caso para ser rejeitado.
Há quem diga que seja triste não ter alguém mas essa curiosidade um dia passa e acaba-se por esquecer.
É verdade que as relações ralam a cabeça.Tem-se o mau hábito de ocultar as partes nojentas do dia-a-dia de um casal,dando a impressão de ser um mar de rosas.
Obviamente que numa ralação se vai dar e ouvir peidos,ter nojo de cuecas sujas,ver o cu mais branquinho que o resto do corpo,cheirar a cocó da casa-de-banho,arrotar na cara,acordar com hálito de doninha fedorenta e ter dias menos bons dentro de casa que ninguém tem coragem de referir,precisamente por ser socialmente reprovável.
A pessoa independente é privilegiada em ocupação e auto-confiança.Estar à procura de uma ralação é desnecessária e cai mal.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .