quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

A reputação da caderneta escolar

Saudações nostálgicas!
A dissertação desta publicação,vai ser sobre a tão temida caderneta escolar.
Recuando até ao tempo estudantil,a caderneta do aluno acompanhou até ao fim do ensino básico.
A primeira lembrança que paira no ar era o facto de ser obrigatório de trazer sempre na mala até o ano lectivo acabar porque funcionava como o veículo formal de comunicação entre a escola e a família.
A ideia atribuída,era obviamente negativa,de que era útil só para justificar faltas e acima de tudo para os professores trocarem mensagens com o encarregado de educação acerca do mau comportamento.
No fundo,a caderneta vai muito além dessa óptica limitada:serve para registar dados pessoais,nome dos professores,calendário,serviços escolares,actividades preferidas/de enriquecimento curricular,horários,passar mensagens sobre eventos,tinha um espaço dos registos do d.t. sobre o estudante e outro para o próprio escrever opiniões sobre o decurso do ano.
Como só tinha o objectivo de circular recados de faltas disciplinares e de levar repreensões,havia sempre um ou dois que afirmava ter esquecido,perdido ou danificado sem querer ou em último caso,já estava totalmente preenchida,adquirindo outra via xD.
Nesta última hipótese é visível a falta de controlo do docente:os recados nunca contiveram dicas para o encarregado de educação ajudar a melhorar o comportamento e a situação repetia-se num ciclo vicioso.
Também se falsificava assinaturas em momentos de grande aflição quando o e.e. não tinha conhecimento das faltas.
À medida que os anos vão passando,os próprios docentes deixam de dar relevância e no secundário por algum motivo,não é necessária.
Nunca entendi porque não se podia escrever nada nos espaços destinados ao aluno nem nunca se usava para elogiar o desempenho ou incentivar a evolução das notas:eis a origem da típica mentalidade rural deste país,onde só se quer desgraças!!!
O trabalho deles tem grande carga de responsabilidade.Se eles habituam assim,a reputação da caderneta será eternamente negativa e rotulada.Queixar só dos comportamentos mais graves e do que convém,é a solução,pois o estudante passa o dia inteiro fora de casa e o encarregado tem de ser bem informado sobre o educando na sua ausência,para ter a certeza que pode confiar na escola,caso contrário,tudo vai continuar na mesma com birras normais,queixinhas estúpidas dos professores e ninguém vai acreditar em nada.
A caderneta escolar era mais valiosa do que todos pensavam.Aquilo pendia mais para a incapacidade do docente em lidar com os problemas específicos do aluno,tornando num preconceito.
Do outro lado,não sei qual é o futuro de uma caderneta em branco...bem podia servir como um livro de memórias mas enfim,eles são os culpados pelo medo.
Resumindo:a caderneta escolar era uma espécie de correio azul para envio/recepção de avisos e a reputação ditada é errada.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .