quarta-feira, 1 de março de 2017

O cinismo por trás da cimeira das mulheres

Saudações tenebrosas!
O tópico desta crónica é sobre o "Women summit".
Recentemente,ressaltou um artigo interessante acerca de um evento a realizar no Porto:a cimeira oculta um lado negro ao público.
A iniciativa é a nível nacional no âmbito da igualdade de género porém de moral bastante questionável.
Desenvolvendo a notícia,o evento é uma autêntica hipocrisia camuflada de poder feminino!!!
Pelos vistos,a página andou a apagar as críticas que surgiram quando umas comentadoras confrontaram o propósito,desmascarando e acusando de discriminar as mulheres que não têm possibilidades de lá irem.Através das capturas,pode-se constatar a arrogância de quem se diz "mulher".
Analisando com atenção,há uma série de incoerências detectadas a começar pelo preço exorbitante dos bilhetes em vez de serem gratuitos ou de disponibilizarem alternativas de participação a quem não tem acesso;segundo,exalta personalidades desprovidas de conteúdo e de valor e último privilegia mulheres brancas e ricas.
Que história uma alarvidade desta pode fazer neste país?Nem se pode considerar marketing porque há ódio dirigido ao outro grupo desfavorecido,o "Women summit" é de uma controvérsia imperdoável!!!
O conceito deles é escandaloso e selectivo,as pessoas deviam se unir e repudiarem o evento porque é o exemplo prático da injustiça e de desrespeito à própria espécie feminina.
A finalidade é meramente insuflar os egos das oradoras uma vez que só vão para reproduzirem discursos precisamente por não saberem do assunto.
Essa cimeira manifestou uma profunda falta de bases e de ética:como se pode propor a debater algo se as organizadoras não estão a passar por uma determinada situação?É preciso ter conhecimento real sobre uma causa e depois acaba por não dar voz a quem desempenha um papel activo,gozando com as pessoas.
O evento é um grande faz-de-conta e devia ser proibido por estar a perpetuar um estereótipo...além de ser uma pobreza de espírito,não representa nada,há cinismo por trás do "Women summit".
O motivo de ser tão caro certamente é para pagar essa micro empresa privada como foi referido,eles querem usufruir do poder financeiro dando respostas formatadas e convencendo de que vai ser útil quando no fundo o nome foi usurpado!!!
A ideia transmitida é errada,distorcida e preconceituosa onde entretanto também várias páginas relacionadas se revoltaram contra este evento.
Apesar de terem apagado os comentários,a organização já ganhou visibilidade pela crónica exposta no "P3" gerando uma reputação negativa.
É lamentável um conjunto de mulheres compactuar com qualquer tipo de segregação...elas estão longe de serem cultas.
Que coisas relevantes alguém reconhecida vai ter para contar?O que é que uma figura mediática sabe sobre desigualdade e falta de oportunidades para as mulheres pobres?Quais são as sugestões delas para combater as diversas dificuldades que se enfrenta diariamente?Só as activistas conseguem se destacar em todos esses problemas.
A organização devia ter pensado na repercussão antes de ter emitido aquele ataque,deve ter visto a crítica como uma ameaça e em seguida apagaram como se nada tivesse acontecido com eles,quer dizer,isto é demais.
As mulheres do painel vão falar algo da área delas porque uma pessoa de uma posição favorecida não compreende o que é ter desafios na vida,logo tira o direito das mulheres comuns se exprimirem.
Quanto aos bilhetes mais baratos,a hipótese é de terem inventado uma mentira para divulgarem o evento,fizeram em modo sorteio continuando a ser caro.
Atrás do ecrã é fácil a iniciativa promover uma atitude medíocre perante uma opinião discordante e inofensiva por estarem no anonimato...as pessoas já notaram que elas não gostam de oposições aquilo é uma cambada de fúteis e burras a denegrirem algo muito sério,que tivessem arranjado outro projecto especialmente elitista porque não lhes afecta.
Na outra,a cimeira ainda ousou encobrir com mais desculpas provando desta forma o cinismo envolvido na iniciativa.
Dois detalhes:porque será que decidiram realizar no Palácio da Bolsa e não num espaço mais grande?E segundo,o cabeça é um homem chamado José Marques da Silva,director da "One World" significando então que as mulheres portuguesas não têm capacidade de serem líderes para coordenarem grandes eventos,tudo um grande embuste para inglês ver,elas foram influenciadas por esse elemento.
Custa acreditar que a ideia tenha sido autorizada,isso definitivamente é surreal...só mesmo cá se confunde alhos com bugalhos.
A cimeira das mulheres deixa claro o estigma sofrido por aquelas que são o futuro e gostavam de melhorar as condições mas não têm o dito lugar garantido.
O evento não visa a dinamizar mudanças,elas aproveitaram para terem vantagem!
A página simplesmente não publicou informação e quer ter seguidores com tamanha arrogância?Pena esse artigo não ter circulado em mais fontes da imprensa para todos verem.
Terminando,há cinismo por trás da cimeira das mulheres.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .