domingo, 22 de fevereiro de 2015

Modas de mau gosto

O relato desta crónica é sobre as modas de mau gosto.
Impera-se uma cultura marcadamente liberal:literatura de baixa qualidade,videoclips boémios,músicas rascas,filmes formatados,programas regidos por comportamentos decadentes,arte de 5ª categoria,danças indecentes a pipocarem por tudo quanto é sítio e sobretudo é acentuada por uma moda de cariz duvidosa.
Trapos para consumo das grandes massas está longe de ser chamada de moda!
Antes de começar,a indústria da moda e da beleza foi uma instituição machista,de modo a que todas fossem obrigadas a seguirem as tendências ditadas pela imprensa.Essa porcaria ganhou força porque houve muita aceitação do público e mais tarde,os padrões de beleza foram-se alterando conforme a época,distorcidas pelos meios de comunicação até se estereotipar uma imagem irreal.
No fundo,a moda funciona para quem sabe ser feminina,independentemente da idade e do tipo de corpo que tenha e não como uma ditadura.
Actualmente,chegou-se ao ponto de não se saber distinguir o que é de mau gosto e o que é digno de ser apreciado...deplorável a tamanha desmioleira existente por aí!
Eleger mulheres vulgares (flausinas) como belas é uma grande abominação!!!
Unhacas cheias de piroseiras e aplicações,cabelo esticado,escorrido e escuro,roupas justas e ordinárias,calçado de galdéria (ou desportista),maquilhagem à travesti,ar artificial,acessórios de luxo a contrastar com o estilo,estampados parvos e princípios barraqueiros.
Com os homens também se sucede o mesmo:tatuados,robustos,roupas desbotadas,barba à islâmico e visual completamente aciganado.
Não se refere a proveniência desta moda viral,menos ainda a sua definição.
Por outro lado não se pode acusar de manipulação dos media quando são elas que concordam com o modelo impingido;e as mais velhas é que deviam tomar juízo primeiro antes das mais novas para lhes incutir moral mas enfim...são cabeças de vento que se deixam guiar.
Voltando ao cerne,a moda verdadeira tem limites.Se for a investigar detalhadamente,são as próprias mulheres que apoiam a visão masculina:por vezes acham graça às piadas emitidas em relação a alguém,criticam o aspecto das outras,há necessidade de se assemelharem e associam à juventude.Praticamente formaram ideias erradas sobre o conceito!
É difícil viver numa sociedade que glorifica o exterior em nome da auto-estima,promovendo antagonicamente e em silêncio a objectificação feminina.
Quanto às dietas,são só para as que realmente precisam e não para se encaixar no pedido!
As modas de mau gosto nunca irão perder a sua cariz duvidosa,quer tenha ou não tenha procura,tal como as restantes vulgaridades.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .