segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Coração ressuscitado

Na imensidão das trevas
Surgiste tu meu anjo da escuridão
Desprendeste todas as minhas amarras
Derrubaste o meu muro
E ressuscitaste o meu coração.
Invadiste a minha alma com o teu sereno toque,
Inundaste-a com a tua brisa limpa,
Despertaste-a para um novo sentido outrora desconhecido, 
Floresceste-o com gestos simples,
Deste esperança à minha última gota de vida,
Regando-o com o teu sangue fresco e puro.
Oh anjo,oh meu anjo...
Como é encantado mirar o teu olhar encoberto de mistérios,
A tua pele pálida,
O teu dócil abraço envolvente e quente como o fogo
E a tua rosa negra que sela o nosso amor eterno!
Não abandonaremos jamais as sombras
Pois é aqui que vivemos e criamos os nossos laços
Fortes como a morte.
Apaziguaste a minha alma perdida
Transformaste os meus infortúnios em cinzas
Detiveste os meus sonhos à beira da sepultura
Iluminaste o meu caminho dantes espinhoso
E vieste com a tua plenitude,absolutamente esplendoroso.
Cruzaste o meu destino e permanecerás no meu coração ressuscitado.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .