quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O cérebro já não conta?

Boa tarde comunidade do blogger!
Ao visitar a página da revista "Visão",li um artigo em que um grupo de jovens criou uma página de misses universidade do Porto,com o objectivo de inclusão e namoro entre os estudantes universitários.Leiam a notícia aqui. E esta,onde explica melhor o propósito e do qual já houve problemas.(Para quem quiser saber mais sobre a privacidade das fotos,leiam esta notícia).
Ora bem,antes de mais fiquei sem perceber bem o que aquilo é:não sei se é um concurso de beleza,pois as fotos têm de ser aprovadas pelos administradores ou se é para dar a conhecer a todo o mundo meninas que procuram relacionamento.(como se as próprias redes sociais não valessem nada)
Esta notícia para além de ser muito banal,causou-me uma grande confusão pela sua enorme falta de clareza.
O que isto tem de tão importante para ser notícia?Os adms deviam era criar um grupo fechado,só entre os que estudam nessa universidade.Não sei porque raio teve de correr nos media e estar aberto a qualquer tipo de público,onde como é normal,as fotos são compartilhadas até chegar sabe-se lá onde,os comentários são menos próprios e de homens rebarbados,corre-se o risco de haver grandes fraudes e no fim nem devem chegar a se integrarem,hahahahaha!
As fotos são enviadas ainda por cima,pelos amigos dessas estudantes e algumas nem sabem desta iniciativa.
Ora bem,eu sempre pensei que uma universidade servia para ter mais cultura e formar cidadãos mas pelo que vejo,há cada vez mais provas de que é exactamente o contrário.
É típico do português afirmar que o que conta mais é o cérebro e blá,blá,blá e no fundo,no fundo vai-se a ver:ou exaltam a beleza ou julgam as aparências!!!
Cada vez mais é comum ganhar popularidade pelo exibicionismo e isso é inevitável nos dias de hoje,uma vez que o jornalismo tem tendência a destacar tudo o que é rasca.
O que será que vai acontecer às fotos delas quando acabarem a universidade?Como é que uma iniciativa tão básica saída das cabeças de jovens adultos pode ter tanto sucesso?
O outro facto muito irritante que se pode observar,é a espécie masculina toda agarrada à página a elogiarem-nas cheios de pena e a dizerem que vão ter um grande futuro e que vão encontrar alguém,como se as conhecessem pessoalmente.
Desculpem lá,desde quando é possível ter um relacionamento com alguém só pela beleza?Só se for para engate,que é o que não falta por aí.(e depois queixam-se que foram assediadas ou tratadas como objectos) E desde quando isso é para ser colocada num pedestal?A beleza é um atributo temporário mas infelizmente os envolvidos nestes tipos de projectos não pensam a longo prazo,pois estão na fase do forever young.(ou se calhar são pobres de espírito)
Eu sinceramente não sei o que é pior,se são as meninas que não tiveram a sorte de serem seleccionadas ou se é a superficialidade e a futilidade que são incutidas constantemente na geração jovem.
Uma vez que se trata de universitárias que têm o objectivo de encontrar alguém da mesma universidade,resta-me perguntar:o cérebro já não conta?
Eu sinto que o objectivo é o último grau de desespero para se ser admirada (e o tal complexo de inferioridade que muitas mulheres portuguesas sofrem) e não propriamente como o título da página indica.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .