sábado, 1 de julho de 2017

Como obter informação de um emprego

Imagem relacionada
Saudações tenebrosas!
O tópico desta crónica é acerca de como obter informação de um emprego,principalmente como descobrir se um sítio é mau para trabalhar e se o ambiente não presta.
Ao efectuar uma breve pesquisa sobre as dicas de preparação para uma entrevista,os resultados captados são infinitos e é possível notar que são sempre unilaterais e não bilaterais,ou seja,são dirigidos ao candidato como se da parte do recrutador não precisasse de ser exigido uma certa conduta nem de saber nada antes dessa altura,transmitindo a velha mensagem de subordinação e de que se deve disfarçar a ignorância aparentando ser profissional e cordial para os agradar;esta crença está decaída e além disso eles mantêm confidencialidade da informação mais relevante.
Na realidade a história é diferente.O processo selectivo é o factor crucial que só pode ser adquirido através de experiências,onde evidentemente algumas pessoas andam totalmente alheias a isto devido à fraca dificuldade em arranjarem trabalho,achando ser culpa da pessoa em não conseguir uma vaga.Infelizmente nem todas passam por essa situação.
Pela constatação,aí vão enumeradas as 17 pistas para identificar um chefe ou até um futuro emprego rasca:
1 - se no dia da entrevista não tiver o currículo à frente,demonstra falta de ética;

2 - faz perguntas básicas e formatadas em vez de se adaptar ao perfil individual;

3 - quando o recrutador está ocupado e despacha o candidato,significa que não respeita quem está desempregado:o superior hierárquico não pode agir assim perante alguém que perdeu tempo em se deslocar até ao local para ser bem recebido;

4 - quando diz que precisa de alguém e depois afirma que tem de ter autonomia no posto:revela incoerência e além disso a maioria dos empregos requerem colaboração e não ficar sozinho a fazer tudo simultaneamente;

5 - marcar um horário e deixar o candidato à espera não valorizando a pontualidade,indica um chefe que não sabe gerir compromissos;

6 - quando diz que vai voltar a contactar nos próximos dias ou arquivar a candidatura para futuras oportunidades,na verdade o candidato foi descartado na entrevista;

7 - se não diz quanto é o salário,certamente é pouco ou então nem vão pagar;

8 - se não passa segurança e estabilidade profissional,é sinal de precariedade ou de alguma ilegalidade cometida;

9 - quando não há preocupação ou gentileza por parte do recrutador em perguntar o grau de necessidade,indica um péssimo exemplo de chefe que faz número na base de dados;

10 - se o emprego pede disponibilidade para trabalhar com horários rotativos ou determinados pessoalmente quando lhes apetece,é ainda pior:a pessoa vai estar sobrecarregada e se queixar durante a entrevista,não vai ser seleccionada para a função;

11 - se os empregados dão a impressão de não terem personalidade,é sinal de contratarem pessoas facilmente manipuláveis,desprovidas de capacidades próprias e ingénuas para formar uma espécie de equipa de "lambe-botas" ocupando o posto,um "clube de amizades" onde há conformismo,chico-espertice e onde os direitos passam longe do recrutador:eles têm tendência de aproveitarem dessa fragilidade,evitando colocar alguém normal para não ser visto como estranho pelas costas e não ser fofocado pelos colegas,procurando alguém pronto para os servir;

12 - se eles não deixarem as regras explícitas desde o princípio para não haver confusões,então aí é para esquecer;

13 - quando há seriedade só quando eventualmente convém,significa que é um mau sítio para se trabalhar;

14 - quando um chefe não se encontra presente durante algum tempo ou quando mais precisa,significa que no fundo está-se a borrifar para as responsabilidades e é um esquema deles para o empregado sentir-se obrigado a não abandonar o posto;

15 - se por acaso ouvir por aí que alguém andou a mudar de emprego,é claramente sinal de um chefe nervoso que coordena mal;

16 - se o recrutador não sabe cativar (ou é meio descontraído),também é um motivo para estar em alerta...esses não são de confiança e são uma armadilha para enganar o candidato;

17 - quando não é dito na entrevista o prazo estipulado do recrutamento para a empresa deixando dúvidas,é outro erro imperdoável!

É óbvio que existem empregos bons mas esses estão concorridos por serem poucos.
Não é difícil entender que existem pontos toleráveis e outros impensáveis,tudo é determinado após a entrevista:só cabe ao candidato avaliar mentalmente como correu em relação à expectativa criada.Entre a teoria e a prática,há um abismo.
O recrutador é o reflexo do contexto profissional envolvido...logo não existem muitos que sejam imparciais e competentes justamente por causa do modelo imposto na carreira que deixa muita gente condicionada.
Em suma,para obter informações sobre um emprego é preciso observar atentamente pelo geral o processo selectivo para chegar à conclusão que muitas entrevistas são feitas para eles estarem entretidos e se distraírem no trabalho.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .