quinta-feira, 18 de maio de 2017

Filhos da "realeza"

Imagem relacionada
Este tópico é sobre os pais que deram a melhor escola aos filhos.
Há tempos surgiu uma notícia a dizer que um conjunto de pais resolveram expandir uma escola no concelho de Mafra.
Não se trata exactamente de uma escola como se dá a entender e sim de um colégio!
Um encarregado com poder financeiro e possibilidades,planeou desenvolver as instalações com a ajuda dos membros da comunidade.Foi apenas uma realização de um projecto pessoal,logo não é uma novidade até porque eles já têm as coisas facilitadas.
Passando à crónica,o colégio tornou-se destinado para crianças até ao 6ºano e inclui actividades extracurriculares que dantes não proporcionava aos filhos mimados dos ricos.
O próprio sócio afirma que "O objectivo é criar micro-aldeias onde toda a gente se conhece"?Como assim?A expressão é vaga porém levando à letra essa micro-aldeia do ponto de vista dele,tem de ser elitista,ou seja,só funciona entre os que lá andam ou andaram como se isso marcasse a diferença!!!
Enquanto se bajula este trunfo,o ensino público anda degradado,às vezes há falta de verbas para melhorar as condições e dificulta-se a quem não tem dinheiro de oferecer uma aprendizagem digna e de qualidade aos filhos.
A isto chama-se desigualdade de oportunidades e esta é a razão principal de Portugal nunca alcançar o nível educativo da Finlândia:há uma diferença abismal de classes sociais.
A sociedade só vai ser justa quando se reconhecer que o papel desempenhado pelo sistema não promove a harmonia e é preciso acabar com os colégios mas antes de tudo deve-se parar de alimentar discrepâncias porque estas crianças em adultas vão ocupar posições de comando e cargos importantes,tal e qual aos pais e depois essas pessoas se convencem que são privilegiadas por não estarem habituadas a viverem com menos!
Essa escola no fundo foi construída a pensar no interesse da camada alta e não em crianças no geral,além disso foi tão esperto que até se esqueceu de disponibilizar parque,areia e terra para terem contacto com a natureza...a ideia foi reproduzida a partir do modelo de uma escola pública moderna ao invés de ser original.
As academias existentes dentro do colégio não servem de nada a quem vem de fora a frequentar porque certamente os pais também vão ter de pagar um balúrdio!Não beneficia os menos favorecidos,portanto não é um estabelecimento de ensino revolucionário e sim um luxo idealizado.
A notícia foi um meio de divulgar em massa o novo espaço que de outra maneira o sócio não ia conseguir.
Para haver mudanças,deve-se haver sensibilização primeiro:este paradigma é inadmissível e praticamente terceiro mundista a contrastar com os países nórdicos.
Não se trata de diabolizar esse encarregado de educação mas do plano em si de "dar a melhor escola aos filhos":seria de louvar se construísse para os mais carenciados...por aí se pode deduzir o tamanho do preconceito e no fim,este país fica sempre em último lugar do ranking europeu,onde inacreditavelmente ninguém se escandaliza.
O pior é não se estranhar o sistema imposto,improdutivo e vicioso.
Pagar para estudar ou obter conhecimento é abominável,seja público ou privado!O ensino devia ser gratuito excepto as matrículas e os manuais escolares fornecidos pelos estabelecimentos onde fosse reutilizável no final de cada ano lectivo e não comprado nas livrarias/papelarias.
A instrução é a base de um povo,que merece ser partilhada colectivamente e não individualmente,essas entraves transmitem a ideia errada de que a educação é um negócio e os pais que desenrasquem para manterem as entidades parasitas no controlo.
Assim o dinheiro seria canalizado para investimentos úteis...devia-se começar a planear numa alternativa sustentável.
Bastava imaginar aquilo que se quer cultivar para o futuro de uma nação:será que esta gente gostaria que a discriminação prevalecesse?É este o conceito de valores?
A dita micro-aldeia é no sentido dos alunos terem estabilidade,desde a creche até ao 6ºano e se familiarizarem através do convívio de longa duração.
Quando saírem dali,vão ter uma vasta rede de contactos para um dia recomendarem cargos profissionais de topo e talvez chegarem a políticos com o compadrio!!!
É o seguinte:estudar não é um bem adquirido para ser exclusivo a quem tem grandes bolsos.
Concluindo,a escola ideal não forma filhos da "realeza" e sim cidadãos livres e com consciência ética.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .