terça-feira, 6 de outubro de 2015

Irrealidades

Saudações sombrias!
Chegou a altura ideal de desenvolver uma crónica sobre relacionamentos virtuais e este vai ser o tema publicado nesta mensagem.
Uma vez ou outra,é comum observar notícias de casais que se conheceram através das redes sociais. Esta é um exemplo disso.
É uma história de que um conheceu o outro devido a um erro no FB:agora usa-se os enganos como um bom pretexto de fascinar os mais pobres de espírito!
Para já,uma rede social não significa que seja um mar de rosas,pelo contrário,é um espaço onde o membro vai encontrar todo o tipo de gente:indecente,frustrada,seca,narcisista,medíocre e sobretudo uma grande concentração de má educação e faltas de respeito.Portanto,não costuma ser fácil travar amizades sólidas.
Quando há enganos destes,a regra básica é pedir desculpas e alertar que não procura nada mas a natureza humana está repleta de surpresas estranhas:se fosse neste país não havia hipótese nenhuma,acabando por bloquear ou então nem iam responder por serem dois perfeitos desconhecidos.Meter conversa num momento semelhante,é estar a ser um bom oportunista!
Terceiro,é raro alguém arriscar a interagir pessoalmente com um desconhecido precisamente por medo do que possa acontecer:hoje em dia todo o cuidado é pouco e no domínio virtual não é diferente.A ideia positiva transmitida das redes sociais é errada e certamente provém de gente superficial e vazia de experiências.
Quarto ponto,reflecte a história de dois solitários,sinal revelador da falta de amigos na realidade,e por último,em todos os relatos surgidos nas notícias de casais unidos pela internet,por alguma razão só contam a parte a boa.
Para além da distância,estes casalinhos de treta nunca enfrentaram outros problemas do relacionamento?Será que nunca houve discussões online e saudades da presença?Ou seja,fica-se com uma impressão de que os contactos iniciados virtualmente não têm obstáculos,são melhores e cómodos quando na verdade conduz ao extremo.
O ecrã traz proximidade,a informação é profunda mas muitos usam lamentavelmente a fim de ganhar impunidade.As pessoas a atacarem opiniões adversas,confirmam a perda de tempo e a irrealidade do ambiente.
Se já é difícil manter um namoro real,quanto mais se dar ao trabalho de envolver com alguém da rede social?Pura e dura hipocrisia.
Por aqui as pessoas geralmente optam por expôr o final feliz,camuflando os pontos negativos e terceiros acreditam sem questionar,quando no fundo poucos vão passar por esta situação porque também não se pode esquecer das ilusões existentes na internet!
Dizer que houve amor ao primeiro clique no perfil especial,é irreal,duvidoso e altamente perigoso.Tanto uma sala de chat como o FB são sítios desafiantes e nada está garantido quando não se sabe filtrar,ou simplesmente são eles que não aprenderam a aceitar os atritos típicos virtuais.
Essas notícias ou relatos servem para dar destaque ao casal e não propriamente para estimular os leitores a terem esperança!
Nestes casos o processo de selecção é maior:frequentemente uma pessoa compatível mora longe,enquanto no círculo de amigos não há ninguém com quem se identificar.
Um relacionamento sério pelo ecrã não deve ser explicado de uma forma leve.É necessário prevenir para não se pensar que uma rede social é mágica!!!Pior é quem não carrega desgostos da vida real e afirma tamanha alarvidade...aí a estupidez não tem cura,só ver para crer.
As irrealidades sobre este assunto são constantes.A incapacidade de discernimento leva muita gente a entender mal e a adquirir uma visão cor-de-rosa das plataformas.
Conclusão:os relacionamentos virtuais têm um lado cheio de sacrifícios e só os corajosos conseguem.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .