sábado, 17 de dezembro de 2011

O poder da expressão

O tema que vou relatar hoje é precisamente sobre o facto de se poder exprimir.
Se por vezes opinar em plataformas de comunicação é motivo de difamação e controvérsia,partilhar os pensamentos no blogue para além de ser uma excelente ideia,ninguém pode tirar o que está escrito.
Sinto que de vez em quando aparece aqui um leitor (e certamente há mais assim) que não sabe ainda que num blogue exprime-se  um ponto de vista pessoal.
Eu quando escrevo sobre alguma coisa penso sempre individualmente e não pelos outros.
Não gosto nada que apareça alguém que diga por exemplo que um determinado programa é obrigatório passar todos os anos no natal porque é referência.(é obrigatório só porque sim?Então e na televisão não tem que haver inovação?)
É óbvio que isto já é impor a opinião.
E já que me refiro à troca de ideias,odeio dizer esta palavra do qual a maior parte interpreta mal (às vezes propositadamente):é através do diálogo que se chega a um acordo do qual a crítica é muitas vezes importante.Por isso,não sei como é possível trocar ideias sem se raciocinar.
Com isto tudo eu quero dizer que quando faço dissertações,costuma ser do particular para o geral,é assim que me exprimo.
Voltando ao assunto,para mim um blogue é a única forma de se fazer ouvir,uma vez que quase todos os usurários dão mais atenção ao que está exposto num blogue do que num perfil.
Para concluir,e mais uma vez falo por mim,ninguém tem que me dizer se estou certa ou errada em relação a um tema.Portanto,o que pode aparecer é leitores que se identificam com aquilo que escrevo.

Sem comentários:

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .