terça-feira, 9 de novembro de 2010

Toys'r'us no seu pior e Leopoldina a 3D

Este ano a Toys'r'us fez mesmo um anúncio...gritante!

Já a mascote do Continente segue sempre o mesmo modelo de super-heroína.

Mas é claro que os anúncios de hoje em dia não se comparam nada aos que passavam há vários anos,que até pareciam cenas de um filme de ficção científica.

Sorte a minha que cresci a ver anúncios de brinquedos que já não se fazem mais como antigamente,quando ainda não havia computador.

4 comentários:

Ivania santos By DIAMOND disse...

ehehhe

O meu piqueno também deu um grito com o catalogo!!! ;)


mas o anúncio da Popota continua a ser o melhor <3

Mafalda M. disse...

Epáh, isso sim é que eram anos de ouro, esse anúncio de 93 é um "true must", e o slogan fica bem no ouvido! Infelizmente quem nascer agora nos novos tempo, vai sempre pensar que a Leopoldina é a gaja mais sexy que alguma vez existiu e nunca irão conhecer a verdadeira pássara que já foi uma "ave normal" como as outras, e não uma Lara Croft do Mundo Encantado dos Brinquedos!
Enfim, os tempos mudam, mas para pior! E o anúncio do Toys r' Us nem comento, lá para 1993 também haviam anúncios muito bons!

Isilda disse...

E não só!Antigamente era muito mais que um simples anúncio.Eu lembro-me de que mal acabava o verão começava a bombar na tv anúncios só para crianças até o ano acabar,onde tudo era apelativo:música,brinquedos,roupa,acessórios dos bonecos,nenucos com fartura e cenários bonitos.
Nunca me vou esquecer dos velhos tempos.

Zaahirah disse...

Errr..... os computadores existem desde 1930, mais coisa menos coisa. Em 1993 já tudo era feito a computador, só ainda não havia tantos recursos como agora.

Temos que aceitar as inovações, até porque daqui a poucos anos já só vai haver TV em 3D.

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .