segunda-feira, 10 de maio de 2010

Blogs de futebol

Eu sempre que posso quando vou ver o top dos blogs mais lidos,vejo que os blogs sobre futebol estão concorridos,têm sempre mais comentários.
Gostava de saber o que faz com que desperte tanto interesse ao público.
Eh pá, mas para quê relatar e repetir o jogo de "ontem" em todos os blogs?As pessoas têm televisão ok?E que eu saiba,o futebol é um tema que domina a imprensa todos os dias,por isso é difícil o público deixar de lembrar dos jogadores!
Ler mil vezes em blogs diferentes o que o treinador ou o fulano tal discursou no último jogo,é completamente inútil!!!
Esses bloguistas são fanáticos pelo futebol ou fanáticos pelos relatos dos jogos?Ou será ainda que pretendem mostrar ao público a excelente memória icónica que têm?É que se for para mostrar a memória,activem os neurónios e atirem-se aos sites da imprensa a comentar as notícias do futebol,que eles lá precisam das opiniões dos adeptos para fazer notícias.E quem sabe se também os jogadores não vão lá ler as críticas para poder melhorarem a performance em campo.
Portanto meus caros bloguistas do futebol,deixem de ser macacos!

2 comentários:

Martini Bianco disse...

É por isso que o espaço que dedico ao futebol no meu espaço é praticamente zero. Desporto em geral só gosto de apostar, daí que já não veja o futebol com o coração mas sim como uma oportunidade. Mas ainda não fui muito bem sucedido.

Gingerbread Girl disse...

Também não percebo... e mais que isso não percebo os resumos dos jogos... e não percebo os programas a respeito dos programas de resumos e wtv.

Todos os anos isto... todos os anos isto... Ainda se ganhasse um e pronto! Mas nãooooooo tooodos os anos se repete.

Enfim.

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .