domingo, 19 de abril de 2009

Vida ingrata (amor à amizade)

Saudações!
A minha mensagem de hoje é sobre mim e dirige-se ao meu próximo.
Eu ando na internet à procura de amizade masculina e cheguei a estar com um pessoalmente. Eu quando vi a casa de um amigo que conheci na internet, chamei aquilo de barraca e bisbilhotei umas coisas sem pedir autorização e ele não gostou embora eu dissesse que não fiz por mal nem bisbilhotei as coisas dele com segundas intenções. Ele não me quis ouvir, foi como se eu tivesse estragado qualquer coisa!E logo a seguir ele veio-me deixar a casa sem mais nem menos e sem dizer mais nada!!! É o mesmo que expulsar uma pessoa da casa da outra de má vontade!E não falou mais comigo. Começo e fim tudo num dia,vejam lá pessoal!!!
Eu compreendo que ele tem uma vida bastante activa, ocupada e que não tem tempo para ele próprio nem para ter uma vida privada,mas quem ficou mal nesta história fui eu. Era a minha grande oportunidade de fazer uma grande amizade porque não existem muitos rapazes jovens independentes desde cedo como aquele que conheci,nem tão pouco calmos,pacientes e românticos.Ele é um dos poucos que conseguem dosear o trabalho e a amizade.
É com muita pena que ele pôs-me logo fora de casa só por eu ter dito umas frases inocentes:"a tua casa parece uma barraca","a sanita está salpicada de cocó",etc.
Eu compreendo também o signo dele,é um dos signos mais emotivos e sensíveis do zodíaco...ele não sabe o que perdeu de mim e nem sabe a sorte que tem por eu ser de confiança...enfim...são erros humanos muito graves.
Eu não sei porque vim ao mundo. Ando aqui á procura de amizade e não tenho direito a nada.É um que não me respeita,outro que me "expulsou" de casa por eu ter dito não sei quê...quer dizer,a vida está a ser muito ingrata comigo!Eu sei que todos têm "fantasmas" do passado e é por isso que procuro amizade...ninguém me valoriza por eu ser diferente em termos de relacionamentos! (Também é porque cresci numa família conservadora).Eu aqui à procura de bons momentos e depois pagam-me assim?! Para quê tanta birra só por causa de uma merda sem importância e que pode ser desculpado?Se fossem todos assim não haveria amizade e depois como era?Temos tão pouco tempo para viver...
Eles têm as mãos cheios de amigos e não sabem aproveitar e eu aqui feita uma alma cheia de esperança de ver a luz tenho uma mão cheia de nada,outra cheia de coisa nenhuma!Espero viver a outra encarnação porque esta não vale a pena...sou muito castigada...sou um nado-vivo, estou viva mas afinal cheguei á conclusão que não sou ninguém...estou morta!
Os "palhaços",os tolos,os estúpidos e os ignorantes são sempre felizes,conseguem sempre tudo e alguns têm o poder nas mãos e os que sofrem e que fazem sacrifícios são atirados de lado e rejeitados.Eu estou nessa categoria.A vida é muito ingrata...eu não venho á internet à procura de grandes realizações pessoais,mas...pelo menos tento fazer criar bases das relações,começando pela amizade...tenho...amor à amizade. Em princípio quem vai ficar comigo,eu sou mesmo de confiança mas quando eu me ligo a alguém fico na dúvida...porque mais cedo ou mais tarde...nunca se sabe o que está para acontecer...há sempre uma pequena confusão e malentendidos...mas agora já vi que eu correspondo mesmo à velha máxima: "mais vale um só que mal acompanhado". E no meu caso vale mesmo...
Estou aqui a fazer de "gata borralheira" para o destino...se calhar nunca vou ser compensada,os bons momentos duram pouco tempo. Quando eu tento fazer as minhas coisas pelas "minhas próprias mãos",há sempre alguém que estraga tudo!!!
Afinal estou mesmo "morta" nesta vida ingrata.Espero nascer na próxima encarnação já que não existe duas vidas,porque já vi que só os mais fortes têm direito a usufruir esta vida e os mais fracos vivem de "migalhas".
Eu vou chorar o quê e para quê?Não tenho lágrimas para chorar,estou esgotada...nem chorar consigo.
"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .