quinta-feira, 27 de novembro de 2008

O aspecto geral da minha escola

Saudações!
Este ano a minha escola parece um circo!Há os estilos mais berrantes e loucos que se pode observar.Há xungas (inclusivé um muçulmano que também aderiu a esta moda dos "drogados",monhé xunga),há emos,há roqueiros,os betos é na sua totalidade,os pré-xungas (putos do básico que se fazem passar por grandes e que crescem á força),grupo dos "Bollycaos" (são os do 7ºano,os pré-adolescentes e todos os que estão na idade do crescimento),metaleiros (aqueles que ouvem música rock,mais conhecida por rock metal e tal),nerds (uma minoria),sketchers (sempre de skate,desportistas),rastafaris e os estilos mistos.Mas na realidade o que não falta hoje em dia são os posers!Há muitos que entram na moda e nos grupos só por entrar...não fazem o seu estilo próprio,é tudo copiado.
Ora,normalmente os grupos estão associados aos estilos que cada um veste,logo num grupo roqueiro não há nenhum xunga á vista...e também seria impossível,por causa dos gostos musicais.
O que eu noto mais são os roqueiros e as suas variantes.
A minha escola parece um circo porque está cheia de otários do costume e daqueles que vêm para fazer o seu "número" e serem gozados uns pelos outros,os tais palhaços;mas por outro lado,parece um autêntico desfile de moda!Vestem todos (quase a escola inteira) roupas de marca muito caras que depois quando não servirem mais vai para o lixo!E há muitos que aparecem bem produzidos só para serem notados por onde passam!(como a nossa colega Rossana)Para quê isto?
Há muitos alunos do 7ºano que são muito desenvolvidos e outros que têm mais porte.
Caramba pá,só xungaria!Aquele estilo que...eu até fico apática quando penso quem inventou este estilo á drogado!!!Esta juventude anda cada vez mais degradante!!!Logo a seguir são os emos.
"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .