quarta-feira, 14 de abril de 2010

O país perdeu a inteligência e a consciência moral

O País perdeu a inteligência e a consciência moral.Os costumes estão dissolvidos e os caracteres corrompidos.A prática da vida tem por única direcção a conveniência.Não há princípio que não seja desmentido,nem instituição que não seja escarnecida.Ninguém se respeita.Não existe nenhuma solidariedade entre os cidadãos.Já se não crê na honestidade dos homens públicos.A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia.O povo está na miséria.Os serviços públicos vão abandonados a uma rotina dormente.O desprezo pelas ideias aumenta em cada dia.Vivemos todos ao acaso.Perfeita,absoluta indiferença de cima a baixo!Todo o viver espiritual,intelectual,parado.O tédio invadiu as almas.A mocidade,arrasta-se,envelhecida,das mesas das secretárias para as mesas dos cafés.A ruína económica cresce,cresce,cresce...O considerado na sua acção fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo.

Eça de Queirós
----------------------------------------------

*A dona deste blog deseja-lhe um bom resto de dia.*(cheia de luz e magia!)

2 comentários:

Violet* disse...

é verdade, vivemos todos ao acaso :x gostei muito do post!!

obrigada pela tua visita no meu blog

kiss*

Tahiana Andrade disse...

Ando meio cansada com todas essas questões que envolvem o nosso país. Política, corrupção, desastres, mortes. A gente paralisa.
Eça de Queiroz estava certo, perdemos mesmo a nossa consciência moral.

Ah, usei seu comentário sobre as pulseiras do sexo como post lá no IDIOTIZANDO... passa lá!


Beijos

"O discurso é o rosto do espírito." Séneca
"A vida é uma simples sombra que passa (...);é uma história contada por um idiota,cheia de ruído e de furor e que nada significa." William Shakespeare
"O homem que não tem vida interior é escravo do que o cerca" Henri Amiel
"É bom escrever porque reúne as duas alegrias: falar sozinho e falar a uma multidão" Cesare Pavese .